Logo Risatec
Patologias Na Construção Civil: O Que São E Quais As Principais?

Descubra o que são as patologias na construção civil e como evitá-las

Compartilhe:

Indice

Você sabe o que são as patologias na construção civil?

A construção civil é um setor essencial para o desenvolvimento urbano e a infraestrutura das cidades. No entanto, apesar dos avanços tecnológicos e das normas de qualidade, é comum encontrarmos problemas e falhas nas edificações ao longo do tempo. 

Essas falhas, conhecidas como patologias na construção civil, podem comprometer a segurança, a durabilidade e a estética das estruturas, demandando intervenções e reparos para sua correção.

Neste artigo, iremos explorar os principais tipos de patologias encontradas na construção civil, analisar suas características e possíveis origens. Continue a leitura e confira!👇

O que são as patologias na construção civil?

Podemos definir as patologias na construção civil como anomalias, defeitos ou disfunções que ocorrem nas edificações, resultantes de erros de projeto, execução inadequada, uso de materiais inadequados, falta de manutenção ou até mesmo ação de agentes externos. Essas patologias podem se manifestar de diferentes formas e apresentar uma variedade de causas.

As patologias na construção civil podem ser causadas por uma série de motivos, sendo os mais comuns:

  • Falhas de execução do projeto.
  • Materiais ou mão de obra de baixa qualidade.
  • Falta de manutenção ou inadequada.
  • Não cumprimento das normas técnicas.
  • Erros de manipulação de materiais.

Quais são as 9 principais patologias na construção civil?

Agora que você já sabe o que são as patologias na construção civil, siga com a leitura e descubra quais são as mais comuns nas edificações:

1. Trincas e fissuras

As trincas e fissuras são patologias que afetam a integridade das estruturas. Elas podem ser causadas por diversos fatores, como a retração do concreto durante a cura, movimentação do solo, sobrecargas, vibrações e até mesmo falhas no projeto estrutural. 

Dependendo da sua extensão e localização, essas trincas podem comprometer a estabilidade e a segurança do edifício.

2. Porosidade

A porosidade é outra patologia frequente na construção civil. Ela ocorre devido à presença excessiva de espaços vazios (poros) no material utilizado na construção, como concreto e argamassa. 

A porosidade pode comprometer a resistência e a durabilidade das estruturas, tornando-as mais suscetíveis à infiltração de água e agentes químicos agressivos.

3. Infiltração

Essa é uma patologia que está diretamente relacionada à presença indesejada de água em elementos construtivos, como paredes, lajes e fundações. 

A infiltração pode ocorrer devido a falhas na impermeabilização, trincas, fissuras, porosidade excessiva ou até mesmo ação de intempéries. Esse problema pode resultar em danos estruturais, deterioração de revestimentos e proliferação de fungos e bactérias.

4. Rachaduras

As rachaduras são aberturas lineares que podem surgir em diferentes partes das edificações, como paredes, lajes e pisos. 

Elas podem ser causadas por diversos fatores, como movimentações térmicas, movimentações do solo, excesso de carga e falhas construtivas. Dependendo da largura e profundidade das rachaduras, elas podem comprometer a estabilidade e a segurança do edifício.

5. Carbonatação

A carbonatação é uma patologia que afeta estruturas de concreto armado. Ela ocorre quando o dióxido de carbono presente no ar reage com o hidróxido de cálcio do concreto, formando carbonato de cálcio. 

Esse processo reduz o pH do concreto, tornando-o menos alcalino e comprometendo a proteção das armaduras contra a corrosão. A carbonatação pode levar ao enfraquecimento da estrutura e à perda de sua capacidade de suportar cargas.

6. Destacamento

O destacamento é uma patologia que ocorre quando revestimentos, como argamassa, azulejos ou pintura, se desprendem da superfície a que estão aderidos. 

Esse problema pode ser causado por falhas na aderência do revestimento, mudanças de temperatura, umidade excessiva, movimentações estruturais ou uso de materiais inadequados. O destacamento compromete a estética da construção e pode levar à deterioração da superfície subjacente.

7. Gretamento

Essa patologia é caracterizada por pequenas fissuras superficiais que se assemelham a rachaduras em forma de malha. O gretamento pode ocorrer em revestimentos de argamassa, pinturas e até mesmo em superfícies de concreto. 

O gretamento pode ser causado por retração do material, movimentações térmicas, uso de produtos de baixa qualidade ou aplicação inadequada dos revestimentos.

8. Desbotamento

Essa é uma patologia estética que afeta principalmente revestimentos de pintura. O desbotamento se manifesta pela perda de cor original, resultando em tons desbotados e irregulares.

O desbotamento pode ser causado pela exposição aos raios solares, ações químicas, falta de manutenção ou uso de tintas de baixa qualidade. Essa patologia compromete a aparência visual das construções.

9. Bolhas

As bolhas são patologias que ocorrem em revestimentos, como pinturas ou impermeabilizantes, quando bolsas de ar ou umidade ficam aprisionadas entre o revestimento e a superfície subjacente. 

Essas bolhas podem ser causadas por aplicação inadequada dos materiais, presença de umidade excessiva ou reações químicas. As bolhas comprometem a aderência e a durabilidade dos revestimentos, além de afetarem a estética do acabamento.

Conheça a Risatec, referência no mercado de aço para construção civil!

Uma das principais maneiras de evitar patologias na construção civil é contar com um fornecedor de materiais de qualidade e procedência, para isso, conte com a Risatec.
Com mais de 48 anos de atuação no fornecimento de aço e prestação de serviços, como corte e dobra de aço e estaca armada, oferecemos produtos e serviços de excelência. Entre em contato e saiba mais. 👇

Se você é vendedor e deseja falar com a nossa central de fornecedores clique no botão.