Logo Risatec

Para que servem as fundações profundas e quais são os tipos?

Entenda o que são as fundações profundas e os tipos.

As fundações profundas desempenham um papel fundamental na construção civil, garantindo a estabilidade e segurança de estruturas em terrenos com características específicas. 

A seguir, apresentaremos os tipos e características das fundações profundas, destacando suas diferenças em relação às fundações rasas ou superficiais. Continue a leitura e confira!👇

O que são as fundações profundas?

As fundações profundas são elementos estruturais utilizados em construções para transferir as cargas de edificações para camadas de solo mais profundas. 

Ao contrário das fundações rasas, que são aplicadas em solos mais superficiais, essas fundações são utilizadas quando o solo nas camadas inferiores não possui capacidade de suporte suficiente para as cargas aplicadas.

Entenda as principais diferenças entre as fundações profundas e as rasas

O que diferencia as fundações profundas das fundações rasas é a profundidade em que são instaladas e pela forma como transferem as cargas para o solo.

Fundações rasas

As fundações rasas, também conhecidas como fundações superficiais, são aplicadas em camadas superficiais do solo. 

Elas são instaladas em uma profundidade menor em relação às profundas, geralmente até cerca de três metros. 

As fundações rasas podem ser compostas por alicerces ou sapatas, que distribuem as cargas da edificação de forma mais concentrada em pontos específicos.

Fundações profundas

Por outro lado, as profundas são projetadas para alcançar camadas mais profundas do solo, onde a capacidade de suporte é maior. 

Elas têm o objetivo de distribuir as cargas da edificação em uma área maior do solo, reduzindo a pressão exercida em pontos específicos.

Dessa forma, as fundações profundas são capazes de lidar com solos de baixa resistência ou com condições geotécnicas desfavoráveis.

Quais são os tipos de fundações profundas utilizadas na construção civil? 

Existem diversos tipos de fundações profundas que são próprias para projetos de engenharia civil. A escolha do tipo adequado depende das características do solo, das cargas aplicadas e dos requisitos da construção. 

Veja os principais tipo: 

Estacas de fundação

As estacas de fundação são elementos cilíndricos, fabricados em materiais como concreto, aço, madeira ou até mesmo materiais compostos. 

Elas são cravadas no solo por meio de equipamentos especiais, como martelos hidráulicos, e têm como função transferir as cargas da estrutura para camadas mais profundas e resistentes do solo. 

As estacas de fundação podem ser subdivididas em diferentes tipos, como estacas de deslocamento, estacas pré-moldadas de concreto, estacas metálicas e estacas de madeira.

Estacas de deslocamento

As estacas de deslocamento, também conhecidas como estacas hélice contínua, são constituídas por uma haste metálica com uma hélice na extremidade. 

Elas são inseridas no solo por meio de rotação e aplicação de pressão, realizando o deslocamento do solo ao redor. Esse tipo de estaca é especialmente utilizado em solos coesivos, oferecendo boa resistência e capacidade de carga.

Estacas pré-moldadas de concreto

As estacas pré-moldadas de concreto são fabricadas fora do local da obra e posteriormente transportadas e cravadas no solo. 

Elas podem ser encontradas em diferentes formatos, como estacas circulares ou retangulares. Sua principal vantagem está na possibilidade de pré-fabricação, permitindo um controle de qualidade mais rigoroso e uma maior velocidade de execução.

Estacas metálicas

As estacas metálicas são constituídas por perfis metálicos, como perfis laminados ou tubos de aço, que são cravados no solo. 

Esse tipo de estaca oferece alta resistência e capacidade de carga, sendo amplamente utilizado em obras que exigem fundações profundas. 

As estacas metálicas podem ser cravadas por percussão ou por meio de equipamentos vibratórios, dependendo das características do solo e das necessidades do projeto.

Estacas de madeira

As estacas de madeira são uma opção tradicional e amplamente utilizada em determinadas regiões. Elas são obtidas a partir de árvores de boa qualidade, como eucalipto ou ipê, que são tratadas para aumentar sua resistência e durabilidade. 

As estacas de madeira são especialmente utilizadas em solos não coesivos, oferecendo boa capacidade de carga e facilidade de cravação.

Tubulões

Os tubulões são elementos escavados no solo, com formato cilíndrico ou retangular, preenchidos com concreto ou outro material para formar uma base sólida. 

Eles são utilizados em solos que apresentam camadas resistentes e de maior profundidade, permitindo a transferência das cargas para essas camadas.

Os tubulões são frequentemente utilizados em obras que exigem grande capacidade de carga e estabilidade, como pontes e estruturas portuárias.

Ao compreender as diferenças entre as fundações profundas e as rasas, é possível tomar decisões mais assertivas quanto à escolha do tipo adequado de fundação, levando em consideração as características do solo, as cargas aplicadas e os requisitos do projeto. 

Com a escolha correta, é possível assegurar a estabilidade das estruturas e promover a construção de edifícios seguros e duradouros.

Precisando de estaca armada para o seu projeto de fundação? Fale com a Risatec!

Com mais de 48 anos de experiência, a Risatec entrega excelência, qualidade e tecnologia em elementos de aço  para construção civil  e serviços de corte e dobra e estaca armada. Entre em contato conosco e tire suas dúvidas! 👇

CENTRAL DE FORNECEDORES RISATEC

Se você é vendedor e deseja falar com a nossa central de fornecedores clique no botão.